Algarismo Romano – Origem e Exemplos

O que é 0

Algarismos romanos, ou números romanos, ou ainda a numeração romana, surgiram na Roma Antiga, foram utilizados em todo o império e estão presentes até os dias de hoje na nossa rotina. Os romanos não criaram novos símbolos para representar números, pois eles utilizavam as próprias letras de seu alfabeto para representá-los. Os símbolos base dos números romanos são: I, V, X, L, C, D e M. Alguns números são utilizados combinados de outros, para formar um terceiro valor, como também funciona com os nossos números. A posição em que o segundo ou terceiro símbolo é colocado pode influenciar no resultado, como funciona também na numeração que conhecemos.

Os romanos combinavam números com somatórias ou subtrações para formar outros valores. Ou seja, o X representa o valor 10. Se colocarmos o I antes do X, ou seja, IX, teremos a quantidade de 9. X (10) menos I (1) resulta em 9. Se colocarmos depois, teremos uma somatória de X (10) mais I (1), ou seja, vamos obter 11. Algumas regras precisam ser seguidas para a utilização correta da numeração romana.

Valores Elevados em Algarismos Romanos

Após um número grande, V, por exemplo, podemos colocar até mais três outros algarismos. Ou seja, V (5) mais III (3) fica igual a 8. Para representarmos a quantia de 9, devemos colocar o I (1) antes do X (10), funcionando assim como uma subtração. Para representar valores elevados dos algarismos romanos, como milhares, os romanos costumavam colocar um traço – ou travessão – na parte superior do símbolo. Isto significa que o valor representado deveria ser multiplicado por 1.000.

A civilização romana foi, sem dúvidas, tão importante para o mundo quanto a civilização grega também foi. As duas podem ser consideradas os berços da civilização ocidental. Aos poucos, os romanos foram conquistando a Europa e partes da África e da Ásia. Essa civilização construiu estradas que ligavam o império e aquedutos para transporte de água. A sociedade romana era dependente de escravos para suas atividades, como a agricultura, o serviço doméstico e na exploração de minérios. Mesmo sendo um Estado cheio de luxo e riquezas, a maioria da população vivia na pobreza e o luxo era aproveitado por uma seleta minoria. Roma também foi um Estado de força militar e grandes conquistas, muito conhecido por seus exércitos. O idioma utilizado em Roma, antes de sua expansão, era o latim e este se tornou idioma oficial de Roma.

Roma ficou famosa por ser palco de combates entre gladiadores, que em sua maioria eram prisioneiros de guerra ou escravos. Suas lutas eram assistidas por muitas pessoas, como forma de diversão e entretenimento.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »