Aminoácidos – Definição e Classificação

O que é 0

Nos tempos de escola a maioria dos alunos detestavam as matérias de exatas e biológicas, certo? Química e física, assim como matemática e biologia, sempre foram desafios à mente do homem. É claro que estas matérias por serem complicados acabam não trazendo para si muitos adeptos. Mas também é certo que a sua importância não pode ser contestada e que, portanto, dificilmente ela sairá do currículo escolas, entendido? Nem adianta armar uma revolução para tal, você continuará aprendendo elas queiram ou não. Sendo assim, que tal relembrarmos um pouco mais sobre um tema tão importante deste universo: os aminoácidos?

Os aminoácidos são também conhecidos pelo nome de peptídeo. Em uma proteína, eles representam a menor unidade elementar na constituição desta. Mas como é que você vai conseguir identificar uma unidade elementar conhecida pelo nome de aminoácido, ou peptídeo, em uma proteína? É muito simples: basta você procurar por um grupamento carboxila (COOH), um grupamento amina (NH2) e mais um radical, que determinará os diversos tipos de aminoácidos. Os aminoácidos são em número de vinte em seu total e, portanto, você terá uma listinha grande para decorar!

Classificação dos Aminoácidos

Para quem não sabe, a sequência dos aminoácidos na constituição de uma proteína determinará a forma estrutural desta e também, claro, a sua função. Um único erro na hora da constituição de uma proteína poderá acarretar defeitos no organismo tais como, a anemia falciforme, exemplo onde a sequência de aminoácidos foi trocada, ou seja, não foi disposta de maneira correta para formar a proteína de função desejada.

Bom, partindo agora para a classificação dos aminoácidos, poderemos utilizar uma classificação mais comum: a classificação pelas propriedades funcionais dos radicais que os diferenciam um dos outros. Sendo assim teremos: o grupo dos apolares (alanina, valina, triptofano, leucina, glicina, isoleucina, fenilalanina, prolina e metionina). Já o grupo dos polares será formado pelos seguintes aminoácidos: serina, tirosina, glutamina, cisteina, asparagina e treonina. Além destes dois grupos, terá um terceiro que será formado pelo grupo que pode acumular carga positiva ou negativa também, tais como: o ácido aspártico, a arginina, a lisina, o ácido glutâmico e a histidina.

Nossa, viu só esses nomes? Eles são complicados deveras, será que você dará conta de decorá-los até o exame vestibular chegar? Bom, por via das dúvidas é melhor você começar esse trabalho agora mesmo, certo? Se não, é possível que não dê tempo. Tenha uma boa sorte com os estudos e até uma próxima!

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »