Animais Invertebrados – Tipos e Conceitos

O que é 0

Os animais invertebrados, diferente dos vertebrados, são caracterizados por não possuírem a coluna vertebral. Todos eles diferem muito uns dos outros quanto ao tamanho, os hábitos alimentares e ao formato. Entretanto, também possuem características em comum: são pluricelulares, vivem como organismos heterotróficos e possuem tecidos especializados.

O Reino Animal é, superficialmente, dividido em dois grupos: animais invertebrados e vertebrados. Esse último grupo é formado por todos os seres vivos que possuem a espinha dorsal e a caixa craniana (que protege o crânio). O principal objetivo dessa divisão é tentar facilitar o estudo de todos os animais. Entretanto, vale lembrar que as divisões biológicas são infindáveis.

Possuindo as formas e os tamanhos mais diversos, os invertebrados têm importantíssimos papéis na famosa cadeia alimentar. Assim, contribuem com a dinâmica populacional de toda ela. Como falávamos de diversas divisões, aqui vamos nós:

Grupos de Animais Invertebrados

1. Platelmintos: considerados vermes que surgiram há mais de 600 milhões de anos e têm o corpo ligeiramente achatado. Esse grupo possui, pelo menos, 15 mil espécies que vivem, principalmente, em ambientes aquáticos ou terrestres úmidos. Algumas espécies possuem vida própria, mas outras são parasitas (dependem de outros animais) e todos possuem tubo digestório incompleto, possuindo apenas a boca.

2. Nematelmintos: são vermes de corpo cilíndrico. Muitos possuem vida livre e outros também são parasitas, vivendo em ambientes aquáticos ou terrestres. Esses animais possuem tubo digestório completo.

3. Poríferos: os poríferos são animais invertebrados conhecidos também como espongiários e estudiosos acreditam que surgiram há mais de 1 bilhão de anos. Antes da invenção das esponjas sintéticas, as pessoas utilizam as naturais que são, na verdade, o esqueleto macio de algumas espécies de poríferos.

4. Cnidários: esse grupo representa as hidras, os corais, as anêmonas-do-mar e as água-vivas. Esse é o primeiro grupo a apresentar uma cavidade digestiva no corpo. Além de possuírem uma aparência simétrica e radial, eles também são os primeiros animais de toda a escala evolutiva, apesar de não possuírem órgãos.

5. Moluscos: os moluscos são belos animais que muitas pessoas adoram admirar e algumas até mesmo colecionam. Quem nunca pegou uma conchinha na praia? É isso mesmo: pegou um molusco. Eles são animais frágeis e de corpo mole e, por isso, possuem conchas que protegem seus corpos. Além de belos, também fazem parte da culinária: muitas pessoas adoram comer ostras e mariscos, por exemplo. Entretanto, alguns também apresentam concha interna (como a lula) ou não possuem concha (como a lesma).

6. Equinodermos: é um grupo de animais invertebrados exclusivamente marinhos que possuem um endoesqueleto que muitas vezes possui espinhos, como é o caso da estrela-do-mar. O tamanho das espécies varia bastante e os mais conhecidos são os lírios-do-mar, o pepino-do-mar e, claro, a estrela-do-mar.

7. Anelídeos: esse grupo é formado por vermes que possuem o corpo segmentado em anéis e possui cerca de 15 mil espécies que vivem em solo úmido e na água doce ou salgada. A minhoca, por exemplo, é uma espécie de anelídeo.

8. Artrópodes: de todos os grupos, esse é o animal invertebrado mais destacado, visto que também é o maior e mais diversificado. As espécies artrópodes possuem exoesqueleto (esqueleto externo), apêndices articulados, respiração aérea, corpo segmentado e alguns têm a capacidade de voar. Vamos para os exemplos práticos: os mosquitos, as pulgas, as libélulas, as traças, os gafanhotos, os piolhos e até as temidas baratas são artrópodes. A lista não acaba nunca!

Termos de Busca:

Leia Também:



Deixe um Comentário »