Boa Noite Cinderela – Sintomas e Prevenção

O que é 0

Apesar do nome Boa Noite Cinderela nos fazer lembrar de um programa do Silvio Santos exibido no SBT nos anos 70 e do desenho animado da Disney ? Cinderela – que encantou muitas gerações de crianças, o nome acima não se refere ao desenho, muito menos ao programa da SBT, tão poupo, é divertido e belo. Boa Noite Cinderela é o nome dado a um crime que consiste em drogar uma vítima para roubá-la ou estuprá-la; ainda pode designar o nome popular dado às drogas usadas neste tipo de crime. Vamos então conhecer um pouco sobre esse assunto.

Esse tipo de crime tem se tornado bastante comum, principalmente com vítimas femininas, mas homens também não deixam de ser alvo. O crime acontece da seguinte forma: pessoas extremamente simpáticas e de boa aparência chegam puxando um papo, conversando normalmente com você, até que num momento de descuido, distração, quando você vai atender um telefonema ou vai ao banheiro; colocam em sua bebida as drogas, que podem ser tanto na forma de comprimido quanto de gotas, o facilita ainda mais o fato da vítima não desconfiar de nada.

As drogas Boa Noite Cinderela ainda podem ser incolores e inodoras o que torna o crime mais eficaz e acima de qualquer suspeita. Por isso que aquela velha história que, principalmente os adolescentes, escutam antes de sair de casa dos pais “cuidado com o seu copo, não deixe sua bebida de lado e evite dividi-la com quem não conhece”. Apesar de serem aparentemente repetitivas e chatas, são muito úteis. Principalmente, quando se leva em conta que esse tipo de crime ocorre com freqüência em bares, baladas e festas em geral.

As drogas Boa Noite Cinderela

- GHB (ácido gama-hidroxibutírico);

- Ketamina (Special K);

- Rohypnol (Flunitrazepam);

- Ecstasy.

E são assim nomeadas devido o efeito que causam. Primeiramente proporcionam o mesmo efeito que o álcool, o que dificulta que a vítima perceba que tem algo errado, depois, num segundo momento, quando não há mais tempo de reação, a vítima sente-se sonolenta e incapaz de lutar contra as agressões físicas e obviamente psicológicas; pode também acontecer de ficar desacordada.

Então, a partir de todo o exposto o que resta é seguir os conselhos de nossos pais, que por mais repetitivos e chatos que possam ser, podem evitar traumas físicos e psicológicos (no caso de estupros) que podemos ter que carregar para a vida toda.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »