Cisto No Rim

O que é 0

Os cistos nos rins (cisto renal) se formam no nefron, que é constituído pelo glomérulo, um filtro e túbulos que levam a urina até a pelve renal e, através do ureter, a urina chega até a bexiga. Assim, os cistos são dilatações que ocorrem em alguma parte do nefron. Cerca de 70% dos cistos adquiridos são simples, ocorrendo após os 50 anos de idade, na maioria das vezes. Já após os 60 anos, cerca de 50% das pessoas apresentam essas dilatações.

Geralmente, os cistos renais não são palpáveis porque dificilmente aumentam muito de tamanho. Graças a isso, costumam ser encontrados através de exames de rotina, através de resultados que indicam infecção urinária, dificuldades de concentração da urina e hematúria. A partir daí, os médicos realizam uma ecografia do abdômen e do rim. Nesse exame de imagem, os cistos aparecer arredondados e com um líquido homogêneo localizado em seus interiores.

As razões que levam ao aparecimento do Cisto No Rim são: aumento do gradiente de algumas soluções responsáveis por banhar o nefron; obstrução que ocorre no nefron, de grau variado; e aumento da pressão dentro do rim. Os cistos podem acometer um ou dois rins e, em grande parte das vezes, são poucos e menores que 3 centímetros de comprimento. Entretanto, existem casos nos quais o rim fica cheio de cistos, de diversos tamanhos, que recebem o nome de rim policístico (assim como muitas mulheres apresentam o famoso ovário policístico).

Para os interessados, os cistos podem aparecer em diversas partes do organismo e são caracterizados por uma bolsa envolvida por uma membrana, que tem a possibilidade de se formar em qualquer cavidade ou tecido do nosso organismo. Em seu interior, existe ar ou algum tipo de líquido. Nos casos onde essa bolha contém pus, damos o nome de abscesso e não de cisto. O cisto simples leva esse nome por ter uma forma regular e ter apenas líquido em seu interior. Já os cistos complexos são caracterizados por algum material sólido e também por apresentaram um contorno irregular.

Muitas pessoas se perguntam se um simples Cisto No Rim pode vir a ser um tumor e a resposta, felizmente, é ?não?. Em grande parte dos casos, o cisto renal não apresenta nenhuma importância clínica e tem grande incidência. Em pessoas com mais de 60 anos de idade, é bastante comum encontrar, pelo menos, 4 cistos em cada rim. Em contrapartida, os cistos complexos podem ser constantemente confundidos com um tumor, mas nem todo cisto complexo indica um tumor. Conheça a classificação dos diferentes cistos renais:

Tipos de cisto no rim

1. Boskiak I: cisto renal e benigno;

2. Bosniak II: também é benigno, mas contém septos e calcificações que dificultam o diagnóstico por imagem;

3. Bosniak III: cistos com paredes grossas, septos e materiais densos nos interiores. Pode ser um cisto que infeccionou ou também pode ser um tumor. É necessária a investigação;

4. Bosniak IV: são os cistos encontrados no rim, mas que apresentam características cancerígenas.

Nos casos de cistos nos rins simples, não há indicação de tratamento, pois é um processo natural do corpo que ocorre conforme a velhice surge. Entretanto, se houver muito incômodo e dor, ele pode ser aspirado ou retirado através de cirurgias. Já os complexos, necessitam de acompanhamento médico para avaliar a evolução de um possível tumor.

Termos de Busca:

Leia Também:



Deixe um Comentário »