Climatério

O que é 0

O Climatério, ao contrário do que muitos pensam, não é sinônimo da Menopausa. Enquanto a menopausa é, na verdade, o nome dado à etapa da vida em que a mulher entra após sua última menstruação, o Climatério é o nome dado à fase de transição do período reprodutivo para o período não reprodutivo da vida da mulher. Vamos entender um pouco melhor:

Enquanto um homem produz milhares de espermatozóides, o corpo feminino foca toda sua energia na produção de apenas um óvulo ao mês e todos os óvulos por ela produzidos são originados em folículos (células germinativas) localizados nos ovários desde o nascimento. Todas as meninas nascem, em média, com 1,5 milhão de celular germinativas. Assim, a cada ciclo menstrual, os hormônios recrutam uma porção de folículos que serão responsáveis pela produção do óvulo daquele mês. As células que não fazem parte desse processo morrem e, quando chega a primeira menstruação, reduz-se os números de folículos para, aproximadamente, 400 mil.

Não existe a possibilidade de alguma mulher conseguir repor a quantidade de folículos que já se foram. Como essas células germinativas são responsáveis pelos hormônios sexuais femininos, quando os últimos folículos morrem, os ovários falecem e as concentrações de progesterona e estrogênio caem de maneira irreversível, fazendo com que a mulher passe de ser reprodutivo para não reprodutivo.

Sintomas causados pelo climatério

Três entre quatro mulheres que encaram o Climatério, costumam apresentar sintomas desagradáveis, como as famosas ondas de calor que surgem inesperada e sufocantemente no pescoço, na face e no tórax. Além disso, outros sintomas como sudorese, ansiedade e palpitações também fazem parte do Climatério de muitas mulheres. Como a queda dos hormônios femininos é capaz de alterar a consistência da uretra, das fibras do tecido conjuntivo e da vagina, as mulheres também podem apresentar incontinência urinária, ardência ao urinar, infecções, corrimentos ginecológico, pelos pubianos mais ralos, diminuição de estímulo sexual, redução da libido e até secura vaginal.

Os sintomas causados pelo Climatério não alteram somente o órgão sexual feminino, mas também fazem com que as mulheres apresentem peles mais enrugadas, menos elásticas, mais finas e unhas mais fracas e quebradiças. Além disso, as mamas também ficam mais flácidas, o mamilo pode ficar achatado e, com isso, perder um pouco da capacidade de enrijecimento. O colágeno costuma diminuir 2% ao ano, durante os primeiros 10 anos após a última menstruação.

Alguns estudos indicam que a mulher, a partir da menopausa, também tem a massa óssea reduzida de 1% a 4% ao ano. Para diminuir o risco de perda óssea, a mulher deve evitar dietas pobres em cálcio, tabagismo, álcool, excesso de cafeína, vida sedentária e dietas ricas em vitamina D.

Termos de Busca:

Leia Também:



Deixe um Comentário »