Dente do Siso – Recomendações

O que é 0

Os dentes do siso, também conhecidos como terceiros molares ou dentes do juízo, são os quatro últimos dentes da arcada dentária, sendo dois superiores e dois inferiores. Estes dentes são os últimos a nascer, o que ocorre normalmente entre 16 e 20 anos de idade.

Muitas pessoas não têm os dentes do siso, enquanto outras têm e eles podem apresentar complicações, como podem nascer tortos, ou não caberem na arcada dentária, o que os torna inclusos ou favorece o apinhamento dentário, sendo necessário, dessa forma, realizar a extração deles. Dores de cabeça ou de dente podem sugerir algum problema com o nascimento dos dentes do siso e o dentista deve recomendar uma radiografia para observar o desenvolvimento destes dentes. Em muitos casos, a extração é recomendada.

A extração dos dentes do siso é feita normalmente com anestesia local e geralmente antes dos 20 anos de idade, pois como a raiz ainda não está totalmente formada, é mais fácil remover o dente, tornando a cirurgia menos agressiva. O dentista responsável pela extração dos dentes do siso deve ser um cirurgião especializado e de preferência com boa experiência para que o procedimento e a posterior recuperação sejam mais tranquilos, pois diminuem-se as chances de qualquer complicação.

A extração é recomendada quando o dente está incluso, quando estão crescendo horizontalmente ou quando não há espaço para a sua acomodação na arcada dentária. Há pessoas que não precisam retirar nenhum dos quatro dentes do siso, enquanto outras precisam extrair um, dois, três ou os quatro. Quando é necessário extrair os quatro dentes do siso, geralmente recomenda-se que seja feita a retirada de um dente inferior e um superior do mesmo lado por vez, para que o pós-cirúrgico seja mais fácil.

Possíveis Complicações na Extração dos Dentes do Siso

Durante a extração dos dentes do siso é possível sentir algum desconforto ou dor, o que deve ser contornado aplicando-se mais anestesia no local. Pode ocorrer perda momentânea da sensibilidade, ou parestesia, de parte do rosto, lábios e língua caso o dentista toque involuntariamente o nervo responsável por esta sensibilidade. Porém, em alguns meses a sensibilidade é recuperada.

Após a cirurgia, se os cuidados pós-operatórios não forem seguidos, pode ocorrer sangramento, dor e rompimento dos pontos. Em alguns casos raros, pode ocorrer infecção no local dos pontos, o que provoca dor. Esta infecção é facilmente controlada com limpeza do local e uso de medicamentos. O inchaço da região da retirada dos dentes é normal alguns dias após a cirurgia.

Após a extração dos dentes do siso, recomenda-se o repouso, ingerir alimentos pastosos nos primeiros dias e ingerir corretamente os medicamentos, tais como analgésicos, anti-inflamatórios e antibióticos prescritos pelo cirurgião dentista. Os pontos devem ser removidos em um prazo de sete a dez dias após a cirurgia.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »