Falta de Ar – O que pode ser?

O que é 0

A falta de ar é designada na medicina como dispnéia e é caracterizada como uma sensação de dificuldade de respirar. O que se sente é que a quantidade de ar que entra nos pulmões não é suficiente e também há uma dificuldade de expirar o ar que foi inspirado. Podendo variar em diversos níveis de gravidade, um cuidadoso exame médico pode indicar os fatores e ajudar no tratamento. Muitas pessoas apresentam apenas um quadro de ansiedade que pode caracterizar-se por momentânea falta de ar, outras, possuem dispnéia mais acentuada, relacionada a uma má oxigenação tecidual.

Sintoma muito comum em diversas doenças, principalmente às ligadas aos aparelhos respiratório e cardiovascular, acaba limitando a qualidade de vida de muitos indivíduos. A percepção da falta de ar depende muito do bom funcionamento do sistema neurológico do paciente, pois, os nervos enviarão para a medula espinhal a informação da Falta De Ar e, esta, enviará para o cérebro, onde tudo será entendido. Por isso, a interpretação da sensação é muito subjetiva e varia de acordo com o quadro psicológico da pessoa.

Possíveis Causas da Falta de Ar

Em crianças a falta de ar pode estar relacionada muitas vezes a infecções respiratórias, como laringite ou bronquiolite, por exemplo. Em adultos as possibilidades já são bem maiores podendo a falta de ar estar relacionada a quadros de asma, nervosismo, câncer no pulmão, fibrose (endurecimento dos pulmões), edema pulmonar, ferimentos internos no tórax, anemia grave, derrame pleural, insuficiência no coração, entre outros problemas. O edema agudo de pulmão causa uma falta de ar mais intensa durante a noite e ocorre devido a uma insuficiência aguda do coração em bombear o sangue. Pode-se notar que a falta de ar realmente está relacionada a diversos fatores, e, muitos médicos a categorizam de acordo com sua intensidade.

Diante de um quadro de falta de ar o médico investigará o paciente com algumas perguntas, realizando em seguida um exame médico. O tratamento será realizado de acordo com a causa subjacente, devido a grade variedade de doenças ligadas ao problema, podendo variar desde a um tratamento com o uso de antibióticos a um tratamento através de fisioterapia respiratória. Pode-se prevenir a falta de ar evitando a prática de exercícios extenuantes que encurtam a respiração. Consulte um médico caso apresente falta de ar, nunca se sabe qual é exatamente a causa antes de um exame adequado. Após diagnosticado o problema utilize as mediações recomendadas de forma regular.

Termos de Busca:



Deixe um Comentário »