Gardnerella – Causas, Sintomas e Tratamento

O que é 0

A Gardnerella é causada por uma bactéria chamada de Gardnerella vaginalis, muito comum de ser encontrada na flora vaginal das mulheres que se encontram em fase reprodutiva. Esta bactéria normalmente atua no equilíbrio harmônico do organismo feminino. Muitas vezes acontece de ocorrer uma super população destas bactérias Gardnerella vaginalis devido a situações de stress, infecções ou gravidez e acaba gerando a conhecida vaginose bacteriana.

A vaginose bacteriana também pode ocorrer devido ao uso de dispositivos intra uterinos (DIU). Portanto, a Gardnerella é um tipo de vaginose bacteriana. Quando estamos de frente a um caso de Gardnerella encontramos muito corrimento de cor amarela e também de cor acinzentada saindo do corpo da mulher. Também é comum a presença de bolhas na superfície e de um odor característico bem desagradável. Em alguns casos de Gardnerella pode também ocorrer coceira na região. Gardnerella é a mais frequente causa de infecção na região da vagina e ocorre em quase 35% dos casos de infecção bacteriana.

Também pode ocorrer no homem Gardnerella. Nos homens a bactéria Gardnerella vaginalis irá gerar uma coceira e inflamações no prepúcio, na glande e na uretra. Também pode ocorrer dor ao urinar e, em casos mais graves, ocorrência de secreções.

Complicações e Tratamento da Gardnerella

Existem pessoas com mais predisposição a desenvolver uma Gardnerella. Mulheres com muitos parceiros sexuais, por exemplo, ficam mais predispostas a adquirir uma Gardnerella. Também é possível de se contrair Gardnerella através do contato entre os genitais femininos durante uma relação sexual homossexual. A Gardnerella só é considerada um DST (Doença Sexualmente Transmissível) quando é transmitida do homem para a mulher. De outra forma não pode ser considerada DST já que a bactéria Gardnerella vaginalis faz parte da flora vaginal feminina.

Quando em contato com a bactéria o período para que surjam alguns dos sintomas e de cerca de 2 a 21 dias. A Gardnerella causa um desconforto na região da vagina e deixa a pessoa mais vulnerável a contrair algum outro tipo de doença como gonorreia e trichomoníase, por exemplo. Também fica mais vulnerável ao vírus do HIV, por exemplo. Em mulheres a Gardnerella pode acabar gerando complicações maiores como endometrite, salpingite, infertilidade e até mesmo aborto. Para se tratar a Gardnerella normalmente faz-se uso de medicamentos e fármacos na pessoa com Gardnerella e também em seu parceiro. Para evitar Gardnerella recomenda-se utilizar sempre camisinha e não ter um número muito grande de parceiros sexuais. Visitas periódicas a um médico também são recomendadas.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »