Guerra dos Farrapos – Causas e fim

O que é 0

A Guerra Dos Farrapos, também conhecida como Revolução Farroupilha, foi um conflito regional comandado por ativistas republicanos da Província de São Pedro do Rio Grande do Sul descontentes com o governo imperial brasileiro. O objetivo da Guerra Dos Farrapos era separar a Província de São Pedro do Rio Grande do Sul do império brasileiro, tornando-a uma república independente e autossuficiente.

A Guerra Dos Farrapos teve início no dia 20 de setembro de 1835. A Revolução Farroupilha, por ser liderada por liberais com ideais separatistas e independentes, influenciou a formação de movimentos semelhantes nas províncias vizinhas. Poucos anos depois do início do conflito entre os farrapos e o império brasileiro, nasceriam os movimentos separatistas da Revolução Liberal, em São Paulo, e da Revolta Sabinada, na Bahia.

Os manifestantes que se voltaram contra o império nacional passaram a ser chamados de farrapos ou farroupilhas, porém o termo já tinha sido criado anos antes de a guerra estourar oficialmente. O termo farrapo, antes do início da guerra, acarretava uma conotação negativa que fazia referente a um indivíduo sul-rio-grandense vinculado ao Partido Liberal.

Causas da Guerra dos Farrapos

Existem diversas causas que liberam ao estouro da Guerra Dos Farrapos. Entre eles estavam o descontentamento do Partido Liberal sul-rio-grandense com o Império brasileiro, a busca dos liberais por uma maior autonomia para as províncias do país e mais uma série de motivos ideológicos. Além disso, o Rio Grande do Sul, em especial, sofria com altíssimos impostos cobrados no comércio do couro e charque, dois produtos importantíssimos para o desenvolvimento da província. Os farroupilhas também queriam exclusividade na negociação dessas mercadorias, aniquilando toda a concorrência que pudesse ameaçar o mercado de exportação de couro e charque da província.

Apenas um ano após o estouro da Guerra, as tropas farroupilhas obtiveram diversas vitórias diante das tropas imperiais e, em 11 de setembro de 1836, foi proclamada a República Rio-Grandense. Os revoltosos declararam Bento Gonçalves o novo presidente da República Rio-Grandense, porém Bento se encontrava preso no momento. Em 1837, Bento consegue escapar da prisão e passa a assumir de vez as responsabilidades da presidência.

Em meados de 1842, o governo imperial decidiu nomear Luiz Alves de Lima e Silva, mais conhecido como Duque de Caxias, como o responsável pela resolução do conflito entre império e república. Poucos anos depois, em 1845, após diversos ataques militares severos, os farroupilhas, já enfraquecidos e desgastados, firmaram um acordo com o Duque que acabaria com a Revolução Farroupilha. Com o término da Guerra Dos Farrapos, a recém-proclamada República Rio-Grandense foi novamente integrada ao Império do Brasil.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »