História do Carnaval – Origem e Curiosidades

O que é 0

Enganam-se os que pensam que o carnaval é, verdadeiramente, brasileiro. A festa surgiu na Grécia (entre 600 a.C e 520 a.C). Nessa festa os gregos realizavam seus cultos em agradecimento aos deuses pelas graças atendidas: fertilidade do solo em que plantavam e pela produção bem sucedida. Depois de algum tempo, os romanos e gregos começaram a inserir práticas sexuais e bebidas alcoólicas na realização das festas, fazendo com que a igreja não tolerasse esse tipo de comportamento.

Porém, em 590 d.C o carnaval foi adotado pela igreja católica. Não concordando com a realização da festa de modo a ferir os princípios da igreja, a mesma resolveu agregar a festa e realizar cultos oficiais banindo assim os atos considerados pecaminosos. As modificações feitas pela igreja foram espantosas para as pessoas, já que elas estavam acostumadas com a festa popularmente conhecida pelas práticas dos gregos, como festejar para celebrar as conquistas e bons acontecimentos.

Após o ano de 1500, durante a realização do Concílio de Trento, o carnaval voltou às suas origens e tornou-se novamente uma festa popular. Depois do ano de 1700 o carnaval desembarcou no Brasil sob influência européia. A festa era celebrada por pessoas que utilizavam máscaras e fantasias e desfilavam pelas ruas.

O Surgimento dos blocos e das marchinhas e carnaval

No século XIX os blocos de carnaval surgiram, pois além de enfeitarem a si próprios com roupas e máscaras, quase do mesmo modo como se enfeitam hoje, as pessoas passaram também a adornar seus carros e desfilar pelas ruas (essa também seria a origem dos carros alegóricos das festas atuais).

Com grande visibilidade e acolhimento pelos populares, o carnaval tornou-se a festa mais popular do nosso país, reconhecida e adorada por turistas de diversas partes do mundo. No século XX surgiram as marchinhas de carnaval, tornando os desfiles populares mais agradáveis por ocorrerem ao som de músicas próprias.

Alguns personagens europeus foram incorporados na maior festa popular do país: Pierrot, Colombina e Arlequim, formam um triângulo amoroso bem conhecido, além do Rei Momo, figura presente em quase todas as festas realizadas em todas as partes do país.

As atrações de carnaval no nordeste brasileiro

A região do nordeste brasileiro conta com atrações tradicionais: bonecos gigantes, conhecidos como bonecos de Olinda e danças como o frevo e o axé. Já a primeira escola de samba brasileira chamava-se “Deixa Falar” e surgiu em agosto de 1928 no Rio de Janeiro. Alguns anos mais tarde a escola mudou de nome e passou a chamar-se Estácio de Sá. A partir dessa mudança a festa popular mudou seus rumos e em São Paulo e no Rio de Janeiro surgiram outras escolas de samba.

Atualmente, no sudeste e em outras partes do país, o carnaval é uma festa alegre e que gera competições entre as escolas, para eleger o desfile mais bonito de todos.

Leia Também:

Deixe um Comentário »