Michelangelo – Biografia e Obra

O que é 0

Um dos principais nomes da arte renascentista, Michelangelo di Lodovico Buonarroti Simoni nasceu no dia 6 de março de 1475 na cidade de Caprese na Itália. E dentre as capacidades extraordinárias que tinha desenvolveu a pintura, a escultura, a poesia e a arquitetura italiana, sendo portanto e não menos, considerado um dos maiores criadores da História da Arte do Ocidente.

Em momento nenhum Michelangelo teve apoio de sua família em sua carreira artística, chegando até a apanhar de seu pai e irmão que achavam as artes indignas, ainda mais para a “linhagem da família” – velha e aristocrática linhagem florentina – mencionada nas crônicas locais desde o século XII. Mesmo com o claro desagrado dos familiares Michelangelo não desiste de seus talentos e aos 13 anos torna-se aprendiz no estúdio de “Domenico Ghirlandaio”, já então considerado mestre da pintura de Florença. Um ano depois o artista entra para a Escola de Escultura que o mecenas “Lourenço, o Magnífico” – riquíssimo banqueiro e protetor das artes em Florença mantinha nos jardins de São Marcos.

Como era de costume na época a prática do mecenato, isto é, praticamente todos os artistas da época possuíam um Mecenas, a pessoa que possuindo dinheiro, podendo ser os burgueses em ascensão ou banqueiros ou anda reis e aristocratas da época, bancavam a vida e a vida artística produtiva de seu artista. Ser Mecenas na época conferia maior status social, pois, apareciam para a sociedade como pessoas culturamente superiores e mais esclarecidas. Nesse sentido, Lourenço interessa-se pelo novo estudante, Michelangelo e o aloja em seu palácio.

Principais Obras de Michelangelo

Suas obras, principalmente as esculturas muito foram influenciadas pela retomada, no Renascimento, dos valores clássicos, principalmente o ideal de beleza na Grécia o equilíbrio das formas, o antropocentrismo, não sendo raro , portanto na época esculturas gigantescas de homens de corpos nus, cujas formas eram absolutamente detalhadas e perfeitas, como é o caso das esculturas de Michelangelo: “Baco Bêbado” e “David” – esta, em especial, esculpida em mármore, é um homem perfeito em plena exuberância de sua forma física.

Outra obra absolutamente perfeita em detalhes nas formas é “Pieta”, que consegue abarcar o clássico e o religioso de maneira absolutamente perfeita e melancólica. Na pintura, por sua vez, também foi um gênio, principalmente com a pintura do teto da Capela Sistina e o “Juízo Final” no mesmo local, e pintou ainda dois afrescos na Capela Paulina. Na arquitetura, serviu de arquiteto da Basílica de São Pedro implementando grandes reformas em sua estrutura e desenhando a cúpula, remodelou a praça do Capitólio romano e projetou diversos edifícios.

Em suma, Michelangelo foi um gênio da arte e da arquitetura renascentista deixando seu nome e suas obras como um legado para a humanidade.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »