O que é concordância nominal

O que é 0

O vestibular está chegando e você ainda não sabe o que é concordância nominal? Se lembra vagamente das aulas de português da escola, mas não deve, certamente, ter prestado muito atenção no assunto? Anda um pouco desesperado quanto a isso, pois percebeu que a maioria das pessoas já está sacando tudo sobre isso? Não se desespere mais! Hoje nós vamos falar um pouco mais sobre a tal concordância nominal e prometo te ajudar bastante. Para isso, tenha lápis e papel em mãos e preste bastante atenção no texto que se segue.

Antes de qualquer coisa, vale dizer um pouco mais sobre a concordância nominal em si mesma. Afinal, quem define as situações em que há ou não concordância? E, além disso, o que vem a ser concordância nominal? Primeiramente, vale dizer que a concordância nominal existirá quando um adjetivo concordar com um segundo termo, o substantivo. Essa concordância entre eles ocorrerá quando o substantivo concordar em gênero (masculino ou feminino) e número (singular ou plural) com o adjetivo em determinada oração. Por exemplo, se eu digo “as casas são bonita”, eu concordo com gênero (feminino), mas não em número (singular) com o adjetivo “bonita”. A frase correta teria que ser “a casa é bonita”.

Saiba mais sobre concordância nominal

Você começou a achar bem interessante o assunto, certo? Pois é, eu também o acho, viu? Saiba que quem determina as regras de concordância nas orações são a nossa amiga gramática e não é a toa que ninguém saia por aí dizendo frases do tipo “as casas são bonita”, pode até vir a ocorrer erros desses, mas eles são quase incomuns.

Visto isto, podemos agora partir para algumas regras mais específicas que a gramática determinou para casos mais conflitantes da concordância nominal. Por exemplo, se há em uma oração mais de um substantivo, com qual deles o adjetivo deverá concordar? A resposta para a sua pergunta é muito simples, o adjetivo deverá concordar com o ultimo ou então vai facultativamente. Por exemplo: “peixe e carne crua” ou “carne e peixe crus”. Agora, quando o adjetivo antecede dois substantivos ou mais na frase, esse deverá concordar com o substantivo mais próximo, por exemplo, “bela casa e lugar” ou “belo lugar e casa”.

Há ainda mais um caso importante, por exemplo, quando um substantivo se refere a dois ou mais adjetivos, o que fazer? O substantivo, nestes casos, poderá ir para o singular ou o plural, por exemplo,”gosto das línguas alemã e inglesa” ou “gosto da língua alemã e da inglesa”. Viu só? Nada muito complicado, certo? Continue estudando!

Deixe um Comentário »