Produção de Texto – Dicas e Regras

O que é 0

A Produção de Textos é uma das formais mais usadas e mais expressivas de comunicação e aprendizado, quando bem feita, é claro. Caso contrário, pode prejudicar, e muito, a comunicação, o aprendizado e a informação.

Mas ninguém nasce sabendo escrever bem um texto, a produção textual, antes de tudo, exige treino e muita leitura. Aos poucos, corrigindo os erros de textos anteriores (gramaticais, de concordância, entre outros), agregando vocabulário e estilos de escrita, o seu texto vai ficando cada vez mais claro e bem escrito. A produção textual requer, portanto, um estudo prévio para que não dê forma a um texto truncado, incoerente, sem conexão entre os parágrafos e, enfim, incompreensível.

A Produção de Texto é muito rica tanto quando pensamos nas inúmeras possibilidades de vocabulários, recursos estilísticos, informação e conhecimento que podemos passar através dela, como quanto aos vários tipos de textos que podem ser produzidos.

Podemos produzir textos humorísticos, como as histórias em quadrinhos, artigos enciclopédicos, relatos históricos, resumos, entrevistas, relato pessoal, crônicas, notícias (texto jornalístico), fábula, conto, narrativas, dissertações, propaganda, cartas, textos científicos, resenhas críticas, artigos, entre muitos outros tipos de texto. No entanto quando vamos produzi-los temos que nos atentar ao tipo de texto, pois cada um possui uma peculiaridade e um modo específico de escrita.

Cuidados Básicos da Boa Produção de Textos

Nesse sentido, vamos colocar aqui alguns cuidados básicos que se deve ter no momento da produção de qualquer texto, principalmente o dissertativo, que é o mais convencional. Listaremos aqui três cuidados básicos que se deve ter na elaboração de textos, principalmente para o pessoal do ensino médio e que vai prestar vestibular, uma vez que em muitos exames, a redação equivale à metade da nota obtida e qualquer estudante não pode se desfazer, devido a erros de Produção de Texto, de notas decisivas como essa.

1. Quanto à apresentação do texto: deve-se respeitar às margens do papel (não escrever aquém ou além da linha), empregar corretamente os parágrafos (com afastamento da margem e maiúscula no início de cada parágrafo), apresentar uma letra legível(quanto ao desenho e ao tamanho) e apresentar um texto limpo, ou seja, sem borrões, rabiscos e manchas.

2. Quanto à adequação da linguagem ao receptor: devemos levar em consideração a pessoa quem nos dirigimos, para tanto pode ser necessário adequar o nível de linguagem a ser empregado, por exemplo, quando você se dirige a uma criança, na é necessário o uso de uma linguagem rebuscada, ela deve ser simples e clara, dependendo do texto, por exemplo, na dissertação você não colocará gírias e abreviações do tipo “vc”, “tb”, entre outras.

3. Quanto à adequação da linguagem ao tipo de texto: cada texto requer um tipo de linguagem e caso esta não esteja adequada pode haver falha na comunicação, ou seja, você não consegue expressar através do texto, o que queria dizer.

De modo geral, é necessário abordar o tema indicado, pois um dos grandes problemas das produções textuais é a fuga ao tema proposto, apresentá-lo segundo a estrutura textual pedida, por exemplo, narração, dissertação, crônica; adequar a linguagem ao tipo de texto, expor de maneira clara e direta suas idéias, produzir um texto coerente e bem embasado, ou seja, com argumentos irrefutáveis, exemplos, citações, referência bibliográficas, entre outros recursos, fazer a conexão entre os parágrafos, usar e abusar de vocabulários e evitar erros gramaticais.

Tendo em vista as explicações e dicas, agora é só treinar sua Produção De Texto e aperfeiçoá-la aos poucos.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »