Tudo sobre os Transgênicos

O que é 0

Com o avanço das tecnologias e técnicas de pesquisa, principalmente na área da Engenharia Genética, tornou-se possível introduzir um gene humano em um camundongo, ou um gene de um inseto em uma planta, ou seja, foi possível criar organismos Transgênicos. Mas o que vem a ser os Transgênicos? Se você não sabe, fique atento, pois é esse assunto que iremos abordar.

Transgênicos são os organismos que recebem e incorporam genes de outra espécie. A técnica da transgenia permite que animais e plantas sejam produzidos pela injeção de DNA de uma espécie em ovos de outra espécie. Em geral, uma ou mais células do DNA injetado incorporam-se aos cromossomos da célula- ovo, sendo transmitidas às células- filhas quando o zigoto se dividir. Quando o organismo transgênico se reproduzir, os genes incorporados serão transmitidos aos descendentes, como qualquer outro gene, sendo os animais e plantas nascentes dessa reprodução, também Transgênicos.

Normalmente é muito mais simples produzirem-se plantas transgênicas que animais Transgênicos. Um dos exemplos clássicos de transgenia em plantas foi a introdução de um gene de vaga- lume em uma planta de tabaco. Nos últimos anos, os Transgênicos de plantas tornaram-se amplamente conhecidos pela população, principalmente devido à polêmica sobre o plantio de uma variedade transgênica de soja. Essas plantas receberam um gene que confere resistência a determinados herbicidas, substâncias utilizadas para matar as ervas daninhas que crescem nos campos cultivados. Com isso, os agricultores podem utilizar herbicidas para matar qualquer outro tipo de planta, menos a da soja transgênica, aumentando a produtividade da lavoura de soja, que não mais teria plantas competidoras.

Consequências da ingestão de transgênicos

No entanto, há muita especulação sobre as conseqüências para a saúde da ingestão de Transgênicos, além de problemas ambientais causados pela sua utilização, como perda da biodiversidade de plantas, ocasionando assim, graves problemas e perdas econômicas, pois a biodiversidade de plantas é um dos pontos altos para a exportação de alimentos, principalmente no Brasil.

Em vista dessas objeções aos Transgênicos e, levando em conta que muitos países importadores de alimentos não aceitam os Transgênicos, justamente por não saberem de suas conseqüências, há hoje no Brasil um movimento em prol de um Brasil livre de Transgênicos, conhecido como “A Campanha Nacional Por Um Brasil Livre de Transgênicos“, criada em 1999 por um grupo de organizações não governamentais (ONGs) preocupadas com as conseqüências que o uso dos Transgênicos pode trazer para nossa saúde, para o meio-ambiente e para a economia do País.

Termos de Busca:

Leia Também:

Deixe um Comentário »